Workshop Intensivo – O Regulamento Geral de Proteção de Dados

PorJoão Carlos Pinto Correia

Workshop Intensivo – O Regulamento Geral de Proteção de Dados

Apresentação

Desde 25 de maio de 2018 que se encontra em vigor o Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD), o qual tem um grande impacto na vida das empresas e das pessoas em geral.

Por um lado, é muito importante que as pessoas tenham conhecimento sobre os direitos que o RGPD lhes confere sobre os seus dados pessoais e a forma como podem exercer esses direitos junto das mais diversas entidades.  Há muitos aspetos inovatórios no RGPD e é importante para qualquer cidadão ter noção sobre como pode e deve proteger os seus dados pessoais.

Por outro lado, o RGPD representa, para a generalidade das empresas, uma árdua tarefa em matéria de proteção e salvaguarda dos dados pessoais que os cidadãos lhes confiam. As empresas devem ter procedimentos e regras internas em matéria de cumprimento com a legislação e devem estar preparadas para dar cumprimento aos legítimos direitos dos cidadãos. As multas aplicáveis, em caso de incumprimento, podem ser pesadas e é importante que a sua empresa esteja preparada para as evitar.

Objetivos

Permitir que as pessoas conheçam e exerçam os seus direitos ao abrigo do RGPD e que as empresas e seu trabalhadores tenham uma noção mais aprofundada sobre esta matéria e a forma de implementar soluções para cumprimento desta obrigação legal.

Conteúdos

1. O que é o RGPD?

2. A quem se aplica o RGPD?

3. Definições a ter em conta

4. Dados Pessoais

5. Os Dados Pessoais Especiais/Sensíveis

6. Os Princípios

7. Os Direitos dos Titulares de Dados Pessoais

8. O Tratamento de Dados Pessoais

9. O Responsável pelo Tratamento de Dados Pessoais

10. Os Subcontratantes

11. Registo de Atividades de Tratamento

12. Proteção de Dados – Por Defeito e por Conceção

13. Segurança de Dados Pessoais

14. Data Breach e procedimentos a adotar

15. DPIA

16. A importância da consulta prévia

17. O Encarregado de Proteção de Dados (DPO)

18. Autoridade de Controlo, Sanções e outras questões

19. Como preparar uma empresa para estar em cumprimento? Os 7 passos iniciais.

Destinatários

O Workshop destina-se à generalidade das pessoas com conhecimentos básico de informática e pretendem saber como exercer os seus direitos em matéria de dados pessoais. Também se destina a profissionais liberais, empresários em nome individual, pessoas que gerem websites ou aplicações informáticas em geral, gestores e trabalhadores que queiram aprofundar os seus conhecimentos sobre esta matéria.

Limitado a 30 participantes. O curso realiza-se com um número mínimo de 10 inscritos.

Formador

João Carlos Pinto Correia. Formador (CCP n.º F608236/2013), Advogado e Consultor de Empresas. Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Pós-Graduado em Gestão Fiscal pelo Instituto Superior de Gestão e em Cibercriminalidade pelo Instituto CRIAP.

Calendarização

Dia 30 de junho, entre as 9:30h e as 13:00h. É aconselhável as pessoas estarem presentes 15 minutos antes da hora agendada, uma vez que o Workshop se iniciará à hora agendada independentemente do número de pessoas presentes. Haverá um intervalo de 10 minutos entre as 11:00h e as 11:10h.

Carga Horária

3:30 horas.

Local de Realização

A definir, em Lousada.

Certificação

A frequência integral do presente Workshop confere um certificado de participação, emitido pela empresa, a atestar a frequência, o número de horas e o programa do Workshop.

Preço

€ 75,00 + IVA p/pessoa.

Condições promocionais para inscrições até 18.06.2018 – € 60,00 + IVA p/pessoa.

Desconto de 40% para inscrições de empresa (+ de 3 pessoas). Contacte-nos para obter mais informações.

 

Aceda aqui à página do Workshop.

 

Imagem:Markus Spiske

Sobre o autor

João Carlos Pinto Correia administrator

João Carlos Pinto Correia. Formador (CCP n.º F608236/2013), Advogado e Consultor de Empresas. Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Pós-Graduado em Gestão Fiscal pelo Instituto Superior de Gestão e em Cibercriminalidade pelo Instituto CRIAP.

Deixar uma resposta